30 de novembro de 2007

Demissões do Kayser, Santiago e Moa

Tá lá no blog do Kayser - posted by Kayser @ 11/30/2007 08:40:00 AM
No olho da rua
"Santiago, Kayser, Moa,
Agradeço o trabalho que fizemos em conjunto até agora e comunico que o JC está dispensando o serviço de vocês."

Com essa mensagem, acabou a brincadeira. No lugar da minha charge, hoje havia a foto de uma manifestação direitosa na Venezuela, acompanhada por um editorial esculhambando o Chávez. Assim, o blog talvez fique um pouco desatualizado (ainda mais), até que eu tenha vontade de desenhar novamente.
Não chega ser de todo mal. O único aspecto verdadeiramente negativo é deixar de ganhar uma merreca todos os meses. Mas, como é uma merreca, também não vai fazer tanta falta assim. Um dia, quem sabe, eu até coloco no blog uns banners do Banrisul, de prefeituras, da Assembléia Legislativa e faturo uns pilas, como todo jornalista vigarista desta cidade faz.
Pena mesmo é que eu não sou assinante do JC para poder fazer o mesmo com eles...
Meu comentário
Está aí uma amostra do quanto a nossa grande e venal mídia é "tolerante" com o contraditório. Isso me faz pensar sobre o sentido de muitas coisas que fazemos, como por ex., esse trabalho de resistência da blogosfera. Gastamos nosso tempo, energia - e no meu caso, e no de outros também - até dinheiro, já que muitas vezes atraso meu trabalho para fazer uma charge ou postar um comentário. E para quê? Pro Lula nomear notáveis picaretas e canalhas para o conselho da TV pública? Para ver nossos eleitos rastejando para conseguir uma "frestinha" na grande mídia para "divulgar" o PED? Não é a toa que essa gente tá no poder a tanto tempo e não sairá dele tão cedo, por uma simples razão: eles sabem identificar seus inimigos estratégicos. Os nossos, fazem erráticos e melancólicos movimentos.
Sinceramente, acho que cheguei no limite da minha paciência. Provavelmente, vcs não verão mais minhas intervenções em blogues (inclusive no Dialógico). Como último comentário, deixo uma homenagem aos nossos camaradas, frente a mais essa derrota. No enlace abaixo, pode ser vista a charge do Santiago, censurada a dois dias atrás e que bem exemplifica o nível de intolerância da direita gaudéria.
http://grafar.blogspot.com/2007/11/charge-santiago_29.html
Eugênio Neves
Comentário da Claudia
Para quem ainda duvida da censura imposta ao jornalismo em geral e, em particular, aos chargistas, está aí a prova cabal de que vivemos tempos iguais aos da ditadura militar. Agora, a pressão não é mais a dos milicos, é a do dono do jornal, defendendo os interesses dos seus anunciantes. Não existe liberdade de imprensa, o que existe é a liberdade da empresa em fazer o que bem entende em nome do capitalismo!
Salve Santiago, Kayser e Moa, vítimas da feroz censura que impera nas redações da mídia corporativa!

8 comentários:

msilvaduarte disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
msilvaduarte disse...

Não é fácil, Eugênio, não é fácil. Situações como a que relatas já me fizeram balançar não poucas vezes.

Se te ausentares, farás falta. Já te deste conta que a única oposição de qualidade a este pensamento único da mídia, que relatas acima, está na blogosfera? Tu e a Claúdia têm muitos méritos nessa construção.

Miguel Grazziotin disse...

Convoco todos companheiros a protestar no site deste arremedo de jornal, JC. Já o fiz e cancelei minha assinatura
Vao pro diabo....

MASQUINO disse...

O que é isso Eugênio???Sempre passo pelo seu blog e morro de rir com as charges e textos.Não desanime!!!
Um grande abraço!
Marco Aurelio/MSM/Teresina

Marcos Trindade disse...

Caro Eugênio, parafraseando o homem da tanga de crochê, o que é isso companheiro? Apenas agora estamos conhecendo os blogs que se dispõe a resistir não só aos triviais e recorrentes ataques e golpes da mídia cafajeste,como também estamos apenas iniciando o saber como exercitar a necessária crítica entre os nossos que consideram salutar o velho esqueminha lambe-botas, justo agora, tu vais abandonar a frente de batalha? Esses companheiros que perderam o soldo mensal estarão, sem dúvida alguma, amparados logo ali. Não vamos esquecer: o governo federal é do pt. E um verdadeiro camarada não abandona os seus.

bodegueiro™ disse...

Tá difícil. Cada dia que passa a coisa tá ficando pior. Sobre o comentário do Eugênio, ele tem razão. Mas não devemos fazer por Lula nem pelo PT, a causa que defendemos é legitima e muito maior. Lutamos contra as injustiças, o desmando dos autocratas fascistas que provocam tanta miséria no mundo. Lutamos contra um sistema neoliberal corrompido, que contribui para o aumento da pobreza, da violência e do desemprego. Por isso, não devemos nos abater, devemos continuar mais e mais combativos.
Sobre Lula e PT, o PT é maior que Lula, Eugênio, muito maior e é por isso que ainda estou nele.

Abs companheiro!

Anônimo disse...

Vocês se incorporaram ao que mais vil existe na grande imprensa. Não há mérito nenhum em fazer isso contra a liberdade de expressão ou alguém que queira noticiar fatos reais. As grandes bestas da imprensona fazem o mesmo para agradar uma minoria de bobocas endinheirados (sabe-se lá como conseguiram a abastança). Para quem quer manifestar o pensamento em forma de escritos, há outros espaços onde essas bestas feras não interferem. Quem assina essa porcaria pode, desde já, cancelá-la. Não fará falta alguma ao conhecimento.

Anônimo disse...

Vocês se incorporaram ao que mais vil existe na grande imprensa. Não há mérito nenhum em fazer isso contra a liberdade de expressão ou alguém que queira noticiar fatos reais. As grandes bestas da imprensona fazem o mesmo para agradar uma minoria de bobocas endinheirados (sabe-se lá como conseguiram a abastança). Para quem quer manifestar o pensamento em forma de escritos, há outros espaços onde essas bestas feras não interferem. Quem assina essa porcaria pode, desde já, cancelá-la. Não fará falta alguma ao conhecimento.