10 de julho de 2008

O Brasil Privatizado

Com a prisão do Daniel Dantas, os bastidores da maior privataria do mundo poderá ter muitos dos seus capítulos revelados (será???).
Isso nos fez lembrar do livro "O Brasil Privatizado" de Aloysio Biondi e recebemos a informação de que estava disponível na Internet.
Então, aí está para a sua leitura:
Introdução e sumário
Compre você também
Estatais, saco sem fundos?
Petróleo, um escândalo
O preço de um patrimônio

Quem comprou as estatais
Na página do A
loysio Biondi:
"[...] escreveu o livro O Brasil Privatizado – Um Balanço do Desmonte do Estado, em que calculou quanto o governo gastou e quanto obteve com a venda das estatais. O cálculo cuidadoso mostra que o discurso da equipe econômica do governo Fernando Henrique Cardoso escondia o fato de que R$ 87,6 bilhões não entraram ou saíram dos cofres públicos nesse processo. Isso precisava ser descontado do saldo. “O balanço geral mostra que o Brasil ‘torrou’ suas estatais, e não houve redução alguma na dívida interna, até o final do ano passado (1998)”, escreveu o jornalista. O livro foi um campeão de tiragem: mais de 130 mil cópias."



O Brasil Pr
ivatizado, Fundação Perseu Abramo

Publicado em 2000

Como se construiu o mito das privatizações? Quais os grupos beneficiados? Por que o Brasil ficou mais pobre depois delas? Um dramático balanço - fartamente documentado - dos resultados que a política de privatização deixou para o país na área social e econômica. Editado pela Fundação Perseu Abramo, foi indicado para o Prêmio Jabuti 2000.

7 comentários:

Anônimo disse...

O Daniel Dantas preso é um perigo para o Brasil. Vai que ele resolve abrir a boca. Sobrariam poucos políticos com a cara limpa.
E aí continuaria a brincadeira de governar (como nunca antes neste paiz) para os lucros dos banqueiros.

Dialógico disse...

Realmente, o Lula não faz enfrentamento algum com o capital. Agora, ficamos imaginando, se gente como tu, que estás muito irritado com o Lula em virtude do lucro de um setor que é serviço, enriquece e não produz, apoiaria o presidente, caso ele peitasse algum banco, como faz , neste exato momento, o Rafael Correa no Equador?
Além de ficares do lado dos banqueiros, irias engrossar o coro dos golpistas PIGeanos, gritando que o Brasil não é Cuba, não é mesmo?
Essa classe média alienada é um saco de aturar!

Dialógico disse...

Relendo, não entendi teu comentário. O que defendes, afinal? O Dantas? E qual é o problema se só sobrarem os políticos de cara limpa? Pois não são justamente os de cara suja que mantém o sistema que permite essa mais valia dos bancos?
Acho que teu comentário, a não ser que esteja muito enganado, representa muito bem essa pseudo-rebeldia da classe média que atira para tudo quanto é lado. Quer livre mercado, neoliberalismo, mas sistema bancário regulamentado. Ou uma coisa, ou outra. Dinheiro também é mercadoria e quem tem vende pelo preço que quer. Isso é a tal liberdade capitalista.
Jogo a minha cabeça e não perco, que se o Lula ensaiasse um enfrentamento com esse setor, serias o primeiro a ir para a rua fazer panelaço e defender essas máfias contra a "cubanização" do Brasil.
Igualzinho aos manés da Argentina, que estão indo para a rua defender os lucros do agro-negócio.

Anônimo disse...

Em 29 de maio, o advogado e ex-deputado do PT Luiz Eduardo Greenhalgh conversa, às 18 horas, com o chefe de gabinete da Presidência da República, Gilberto Carvalho, sobre a investigação em curso. Carvalho se compromete a "levantar isso daí" com o diretor-geral da PF, Luiz Fernando Correa.

- Greenhalgh: Alô...

- MNI: - Luiz Eduardo Greenhalgh?

- Greenhalgh: Sim...

- MNI: É o Senhor Gilberto só um momento.

- Gilberto: Luiz?

- Greenhalgh: Oi...

- Gilberto: O general me deu o retorno agora... é o seguinte não há nenhuma pessoa designada na Presidência...na Abin...com esse nome, a placa do carro não existe é fria, tá? Eles aqui acham que a única alternativa é que tenha sido caso de falsificarem documento...eles não consideram possível que seja da Abin, eu não falei com o Luiz Fernando ainda, mas não tem jeito... a polícia federal não usa a PM, eles não se misturam de jeito nenhum, ta... então eu acho que o mais provável é que o cara tava armando mesmo alguma coisa... mas com documento falso que também no Rio é muito comum, porque daqui não tem, eu pedi, insisti, fiz com o máximo cuidado tal.

- Greenhalgh: Deixa eu te falar uma coisa. Tá ouvindo o grito da menina?

- Gilberto: O grito da vida.

- Greenhalgh: Isso é o grito da vida realmente, linda, mas deixa eu te falar seria bom dar um toque no Luiz Fernando também hein?

- Gilberto: Eu vou dá, eu vou dá, amanhã cedo eu tenho que falar com ele vou levantar isso dai também.

- Greenhalgh: Tem um delegado chamado Protogenes Queiroz que parece que é um cara meio descontrolado.

- Gilberto: Ele tá onde o Protogenes agora?

- Greenhalgh: Ai, tá ai em Brasília.

- Gilberto: Ah aqui em Brasília.

- Greenhalgh: É o que saiu na Folha na matéria da Andrea Michael. Mas eu tô indo amanhã pra a reunião do diretório.

- Gilberto: Eu te vejo lá, eu to indo no diretório também.

- Greenhalgh: Legal...

- Gilberto: Que hora que tá marcada mesmo a reunião?

- Greenhalgh: Nove horas.Gilberto:

- Gilberto - Tá. Eu vejo você lá.

- Greenhalgh: Grande abraço.

- Gilberto: Valeu Luiz...

- Greenhalgh: Obrigado.

Sexta-feira, Julho 11, 2008

Anônimo disse...

ARTIGO DE JÂNIO DE FREITAS

No artigo a seguir, Jânio de Freitas, na Folha de S. Paulo de hoje, coloca algumas restrições muito sérias sobre a prisão do banqueiro Daniel Dantas. Elas são inquietantes. Pela ordem:

- A Rede Globo foi avisada de todas as prisões com exclusividade.

- O vazamento de informações sobre a mudança das taxas de juros americana, decisão do FED, para acusar Nahas e Dantas, é infantil, porque no dia em que elas teriam acontecido, nem sequer se reuniu o FED.

- As operações de R$ 3 bi, tidas como lavagem de dinheiro nas Ilhas Cayman, não são lavagem de dinheiro nenhuma.

. É curioso que Daniel Dantas tenha sido preso poucos dias depois que o governo deu por resolvido o imbróglio da venda da Brasil Telecom para a Telemar, com a concordância de Dantas, um dos acionistas da BrT.

. Para quem acha que vale, sim, meter na cadeia um banqueiro tramposo, convém lembrar que os banqueiros tramposos do BMG e do Banco Rural, metidos até a medula nas falcatruas dos quadrilheiros do PT que armaram o Mensalão, mal foram ouvidos pela Polícia Federal. Cadeia para eles ? Ora, nem pensar, porque foram todos premiados até mesmo com credenciamento para operar com crédito consignado.

Dialógico disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Dialógico disse...

O cidadão, mostre-nos no texto em que parte está escrito que estamos defendendo Greenhald et caterva!!!!
Nem o Biondi poderia em seu livro, porque o presidente da república era o FHC do PSDB, o mesmo da tua governadora - isto sim, a gente pode inferir. Muito provavelmente, és eleitor destes picaretas!!!
Aliás, te desafio a mostrar qual blog de esquerda apóia qualquer patifaria realizada por políticos do PT!!!
O tipo de raiva que tens é seletiva, porque não admite que um governo de um "analfabeto" esteja, pela primeira vez na História, desmanchando as quadrilhas que a tua turma montou desde a colonização! Porque esse modus operandi de usar o Estado é mais antigo que o Brasil, foi importado de Portugal. Tomé de Souza, só veio ao Brasil, depois de ter todo o dinheiro dos 3 anos de pagamento adiantado do Tesouro Real, num Portugal mergulhado de dívidas e taxando o povo.
Tu e os demais da tua classe média alienada não estão discutindo o que realmente significa Daniel Dantas para o país. Porque os cães de guarda da mídia estão aí para transformar o maior - isso sim - maior escândalo político promovido pelo PSDB, durante 8 anos de FHC, num escândalo do PT.
Alteraram a pauta para mal-intencionados como tu saírem por aí, dizendo que a falcatrua das privatizaçãoes "é um" detalhe, mas a falcatrua do "mensalão", que não existiu, não foi provado (o Ibraim Abi Ackel não assinou um documento de CPI sem provas), era dinheiro de caixa 2 e a mídia continuou chamando de "mensalão" (e sabes que num país só de oposição "ética", caixa 2 não é investigado) - essa sim é problema!!!
Puxa, com gente "informada", como tu, faz FHC, Daniel Dantas, Gilmar Mendes e cia. agradecerem!!!
Mais: é bom lembrar, que só se vai para cadeia, quando se tem provas. Não adianta Jânio de Freitas, Veja, Globo, ZH chorarem as pitangas! Que juntem as provas contra toda a caterva, independente de partidos! Contra Daniel Dantas e Lair Ferst existem kg e mais kg de documentação que irão metê-los na cadeia, está provado. Só custam a fazê-lo, porque o nosso Judiciário é igual ao importado de Portugal em 1500 e poucos.

(A msg excluída do post anterior era do próprio blog.)