11 de setembro de 2008

Desgovernadora é xingada e vaiada

Aconteceu dia 31/08/08 na Expointer e a Agência Cel3uma publicou:

Expo Yeda:
No último domingo, 31 de agosto, durante a Prova Freio de Ouro na Expointer em Esteio, um fato inusitado não teve destaque em nenhum jornaleco destes que temos por aqui. O rapaz na foto fez valer a fama de grosso da gaúchada e não engoliu em seco o que tinha a dizer para a Govi. Fez-se valer a doutrina que o Cel. Mendes repete em tudo que é microfone que pára na frente dele:

"abordar, prender & aprender"

Raquel Santana, de Curitiba, foi a única fotógrafa no local a registrar o ocorrido. Ela disponibilizou a foto para a blogosfera, e não pros "chapaBranca".

GaúCho dEsabafa e vai pREso
Raquel escreve:
"Na prova mais disputada dentro da Expointer, o Freio de Ouro, um furo de reportagem. O cara ali em cima em pé*, simplesmente ofendeu a governadora Yeda Crusius, do Rio Grande do Sul, com palavrões de baixo calão. A platéia veio abaixo e foi uma confusão. Sob vaias e xingamentos, a governadora atravessou um longo caminho, até chegar ao palanque das autoridades. Do outro lado, sem saber direito o que se passava, fui a única a documetar o fato. Qdo soube, a assessoria da governadora queria a minha foto de qquer jeito. Claro que não dei. Mas o pobre rapaz foi preso. Uma pena, pois isso atenta contra a liberdade de expressão!"

O causo da Expointer tem dois pontos fundamentais. Primeiro, nosso novo ídolo e mártir não posou de louco sozinho ao desacatar a (des)Governadora do Estado. Sequer foi ele quem começou as vaias.

Celeuma apóia irrestritamente o direito de um cidadão se empolgar na hora da merecida vaia à (des)Governadora e dirigir palavras certeiras contra ela. E segundo, o que passa, é que é, no mínimo, absurdo prender o cidadão. Por que não algemaram a arquibancada inteira que vaiava (e talvez dissesse coisas até piores, mas de forma um tanto mais discreta)?
*Favor entrar em contato com a equipe do Cel3uma para uma entrevista. Acesse AQUI.

2 comentários:

Anônimo disse...

Notícia requentada!

Dialógico disse...

Daremos ao trabalho de te responder por 1 razão: trabalhamos em rede. Nem todos que lêem o Dialógico, lêem o Cel3uma. Mais do que falar de (mais) uma sonora vaia recebida pela desgovernadora, trata-se da denúnica de (mais) uma prisão ilegal da BM. Esta pessoa, que iniciou o protesto, poderia até ser processada por calúnia e difamação, mas jamais presa por isso.