10 de março de 2009

JORNALISMO PÚBLICO É TEMA DE SÉRIE RADIOFÔNICA NA AGÊNCIA CHASQUE

A partir de segunda-feira (09) a Agência Chasque de Notícias irá veicular em sua página de internet uma série radiofônica sobre o Jornalismo Público Brasileiro. A série foi produzida por mestrandos e doutorandos do Programa de Pós-Graduação em Ciências da Comunicação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos - RS) e debate o conceito de jornalismo público, aborda a história do gênero desde que foi criado nos Estados Unidos e traz as experiências brasileiras, como a recente Empresa Brasil de Comunicação (EBC), e as gaúchas, como a TV Educativa (TVE) e a FM Cultura (no rádio).

Para falar sobre os temas, foram entrevistados nomes consagrados no jornalismo público, como Eugênio Bucci (ex-presidente da Radiobrás e membro do Conselho Curador da Fundação Padre Anchieta, a TV Cultura de São Paulo); Laurindo Leal Filho (pesquisador nas áreas de políticas públicas de comunicação e professor na Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo) e Luiz Martins da Silva (pesquisador da Universidade de Brasília). Os programas também trazem a opinião de profissionais que atuam no setor, entre eles as jornalistas Tereza Cruvinel (presidente da Empresa Brasil de Comunicação - EBC, gestora da TV Brasil) e Helena Chagas (diretora de Jornalismo da EBC) e do jornalista James Görgen (vice-presidente do Conselho Deliberativo da Fundação Cultural Piratini, mantenedora da TVE e da FM Cultura no RS).

A série radiofônica é composta por 10 programas de até 1h de duração. Os programas serão postados diariamente de segunda à sexta-feira, durante duas semanas. O download pode ser feito gratuitamente no site www.agenciachasque. com.br mediante cadastro na página da agência, que também é sem custo algum. Mais informações podem ser obtidas pelo e-mail redacao@agenciachas que.com.br .

Leia mais AQUI.

3 comentários:

heliopaz disse...

Cláudia,

Eu preparei algumas perguntas sobre jornalismo cidadão para o prof. da UEL e a minha colega Grace o entrevistou. :)

Mais uma produção técnica pra enriquecer meu currículo Lattes (que precisa de MUITAS linhas a mais neste ano).

Besos,
Hélio

heliopaz disse...

Cláudia,

Mudando de saco pra mala,

Os movimentos sociais tem minha defesa quase total e irrestrita em quase todas as questões nas quais estão envolvidos, sobretudo no tocante à reforma agrária, à saúde, à educação, ao esporte e à arte (infelizmente, os dois últimos quesitos são vitais para uma sociedade mais justa e são pouco valorizados).

Todavia, mesmo que a Constituição considere legal desconstruir o uso NÃO-social da terra, considero as invasões uma forma de pressão tão inócua quanto uma greve qualquer.

O que tu e os teus comentadores acham disso?

http://heliopaz.wordpress.com/2009/03/09/mst-via-campesina-ensinem-os-favelados-a-plantar-na-cidade/

[]'s,
Hélio

Dialógico disse...

Nós lemos teu nome na matéria! :-)
Vamos lá comentar o teu texto.
Abração!