30 de maio de 2010

Corrupção no DCE UFRGS?

A nova geração de líderes direitistas formadas nos diretórios acadêmicos demonstra que estão para lá de preparados para assumir o poder. Aquilo que é o pilar de sustentação ideológica da direita, a apropriação privada dos bens públicos, é uma lição que os pimpões aprendem mesmo antes de falar, ou colocar aparelho nos dentes.

Não houve necessidade de completar-se 1 ano da gestão da direitoria do DCE da UFRGS para que ela já esteja sob suspeição de desvio de dinheiro da instituição. E também, como é típico das denúncias que cercam o envolvimento da direita guasca em escândalos, elas partiram de dentro do grupo que assumiu a direção do DCE. Isso nos dá a sensação de que já vimos esse filme antes...

Sempre é bom lembrar, que essa turma eleita em 2009, tinha o apartidarismo como discurso de campanha. Mas, uma das primeiras providências da nova diretoria, foi posar em foto com a desgovernadora Yeda Rorato Crusius [PSDB/PRBS].

E também é bom lembrar, que o denunciado Marcel Van Hattem, contra quem pesam denúncias de pressão, foi vereador em Dois Irmãos pelo PP, é assessor parlamentar para relações internacionais e economia do deputado federal Renato Molling (PP/RS), conforme consta em seu blog e, agora, licencia-se para concorrer a Deputado Estadual pelo mesmo partido. Como se pode constatar, tudo muito apartidário e desideologizado. Essas relações são mera coincidência, ou intrigas da oposição.

A turminha teen da direita, fiel às velhas e escusas práticas de seu campo ideológico, continua com o discurso imbecil e canalha de negar suas relações partidárias e vínculos ideológicos. Lamentavelmente, dado ao alto grau de despolitização da juventude universitária, esse papo fuleiro colou. E o resultado está aí: investigação por apropriação indébita do dinheiro da entidade e coação a integrantes da diretoria.
DCE da UFRGS: dize-me com quem andas...
Marcel van Hattem é o terceiro da esquerda para a direita e está ao lado do presidente
Renan Arthur Pretto.

Escreve Rodolfo Mohr no Todos as Vozes:

DCE da UFRGS será investigado por corrupção

Pivô do escândalo se licencia para concorrer a deputado estadual

Na segunda-feira, 31 de maio, acontecerá a primeira reunião da Comissão Estudantil de Investigação (CEI). Composta por 21 Centros e Diretórios Acadêmicos (CAs e DAs), a CEI terá como missão passar um pente fino na gestão do Diretório Central dos Estudantes (DCE), inundada por graves denúncias de corrupção. Marcel Van Hattem, diretor de Relações Institucionais da entidade e um dos principais denunciados, licenciou-se do cargo nesta sexta-feira, 28, para concorrer a Deputado Estadual pelo Partido Progressista.

A noite da quinta-feira, 27, já está gravada na história da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Representando mais de 20 mil estudantes, 29 CAs e DAs estiveram reunidos, na Faculdade de Economia, para ouvir as denúncias de corrupção contra a gestão do DCE realizada pelo ex-advogado da própria gestão Régis Antonio Coimbra.

Eram quase 19h quando começou o depoimento do advogado relatando a apropriação indébita de recursos financeiros pelo presidente Renan Arthur Pretto, estudante de Administração. Explicou em pormenores o desenrolar de uma série de conflitos internos que se sucederam após, segundo ele, Pretto, a mando de Marcel Van Hattem, retirar 5 mil reais do caixa do DCE. Trouxe à tona as ameaças sofridas pela vice-presidente Claudia Thompson e pelo tesoureiro Tiago Bonetti. Os atos de coação teriam sido, de acordo com suas palavras, realizadas por Van Hattem. Por fim, alegou que estes fatos devem levar à destituição da diretoria executiva.

A defesa do jovem Pretto não convenceu os demais representantes estudantis. O presidente do DCE alegou “inexperiência administrativa” quando “sacou o dinheiro do cofre da entidade”, por conta própria, “para pagar um fornecedor”. Porém, esse saque não foi registrado e a nota fiscal que comprova o pagamento, segundo Pretto, foi trazida à prestação de contas dias depois. Assim, assumiu ter ficado com dinheiro da gestão sob seu domínio, sem registro no livro-caixa. A atual gestão se elegeu sobre três princípios: apartidarismo, transparência de gestão e defesa da excelência acadêmica. A CEI apresentará ao final da sua primeira reunião ordinária seu calendário de trabalho e a data da entrega do relatório final.

Imagem: CHIST UFRGS

13 comentários:

partisan disse...

É uma verdadeira escola... Que horror.

AF STURT disse...

Fato se repete na PUC-SP!

Acervo Café Frio disse...

Que vergonha, muita vergonha, mesmo. Dá uma tristeza.

A CARAPUÇA disse...

A foto com a "progenitora maior" do estado foi uma verdadeira revelação!

A desgraça nunca vem desacompanhada!

Miguel Graziottin disse...

Se fosse em um ambiente humilde, até poderíamos falar em ingenuidade dos eleitores, mas na UFRGS, este pessoal foi eleito por aqueles que, se tivessem "uma oportunidade" fariam o mesmo..
Nao nos iludamos, a "crase" média só tem um sonho, ascender socialmente e para isto não mede seus atos.
Como vemos, estão bem representados.
Claudia, me diga, não houve vitoria destes "vestais" porque a esquerda se dividiu? pergunto pq nao acompanhei o processo e alguem me disse isto.
Um abraço

Dialógico disse...

De fato, Grazziottin, 2 chapas de esquerda disputaram a eleição do DCE. Mas venceu a chapa de direita que está envolvida nesse escândalo. Acontece, que o edital de eleição não previa segundo turno, o que demonstrou, no mínimo, falta de tática das esquerdas nessa disputa. Ainda mais, que a direita vinha articulada, em função de sua luta contra a implantação da política de quotas na UFRGS. E o perigo da direita no poder, é, justamente, aquilo que eles negam: o aparelhamento do DCE a partidos reconhecidos por suas práticas espúrias.

Em relação ao comentário sobre a PUC: a do RS, há anos, está na mão do PDT. Um dos ex-presidentes, hoje Ver. Mauro Zacher [P. Alegre], saiu correndo da Secretaria da Juventude, cargo que exerceu no 1º Mandato do ex-prefeito Fogaça, pq sua pasta estava envolvida em fraude no ProJovem e a imunidade parlamentar, por ser Vereador, o mantém tranquilo, longe de processos. Pra piorar a coisa, foi reeleito em 2008.

Mariana Martins disse...

Ter como fonte Rodolfo Mohr é uma vergonha. E o "maravilhoso" e "imparcial blog já julgou e condenou o DCE sem prova alguma.

Dialógico disse...

Mariana, nenhum blog é imparcial, como qualquer mídia, principalmente, os veículos da RBS. Não há problema algum em ser parcial. O problema, é quando, tal como a RBS, o veículo de comunicação MENTE ao se dizer imparcial.
O Dialógico é um blog de esquerda e pautará temas que interessam à esquerda, portanto, é parcial. Se algum outro campo político se interessar pelo assunto, é muito bem vindo.
Ações na Justiça, perdão pela obviedade, são ganhas, ou são perdidas. Não sei da história a que remetes, mas, se ele perdeu, nem por isso deixará de estar credenciado, quando denuncia um esquema de desvio de dinheiro da instituição. Porque, independente de sua posição partidária, trata-se de um fato. Evidentemente, de um fato que costuma ser muito comum ao partido em que um dos denunciados faz parte, que é o PP. A Operação Rodin é a prova cabal disso.
Abraço!

Mariana Martins disse...

Ele perdeu?
Ele quem?
Eu disse que Rodolfo Morh nao é fonte confiável e que teu blog já condenou o DCE mesmo sem ter provas de que algo foi feito de errado. E nao me importa se o blog é de esquerda ou de direita, ele deve ter compromisso com a verdade. É o que eu penso. E o PP nao tem nada que ver com o DCE.

Dialógico disse...

Mas, Mariana, apresenta para nós os fatos de que não houve desvio de dinheiro do DCE, que é a matéria do Rodolfo publicada no blog.

E, de fato, o PP não tem nada a ver com o DCE, assim como o PSOL tb não tinha na daministração anterior, não é mesmo? Muito menos escrevemos que o PP estava no DCE. Escrevemos que o Van Hattem, da diretoria do DCE, é filiado ao Partido.

Anônimo disse...

E as contas do DCE passado? Rodolfo viajando pela america do Sul com dinheiro do DCE, dinheiro do DCE desviado pra campanha de deputada e etc...Faço eng. mecânica e a anos escuto histórias de falcatruas nos DCE de anos anteriores...Faz um favor rodolfo, cala essa boca!

Anônimo disse...

Caro rodolfo. A quantos anos estas na UFRGS?? Porque não estuda um pouco, te formas de uma vez, e para de tentar sugar o DCE, usando seus recursos para apoiar seus projetos políticos??? DCE é para estudantes! quero um DCE que pense em mim, dane-se direita ou esquerda!! Quem fizer mais pelos estudantes que comande o DCE, simples assim!!!!

Dialógico disse...

Se as contas da administração anterior do DCE tem problemas, que as pessoas interessadas procurem os caminhos corretos para reparação.