25 de julho de 2010

O Decálogo da Besta

O prof. e cientista político, Wanderley Guilherme dos Santos, escreveu a suscinta biografia não autorizada do José Serra, a seguir reproduzida:

1- Quebra de contrato: protocolou documento em cartório firmando que não deixaria a Prefeitura de São Paulo para disputar a eleição de governador. E deixou.

2- Truculência: anunciou que, se eleito, "peitará" o Congresso pela reforma política.

3- Inconfiável: ao contrário do que dizia, bloqueou as prévias no PSDB e, sem consulta ao DEM, anunciou que o vice dele seria o senador tucano Álvaro Dias.

4- Deslealdade: comparou que seu aliado FHC é psicologicamente igual a Lula.

5- Machista retrógrado: conselho dado ao vice, Índio da Costa, sobre ter amantes: "tem de ser uma coisa discreta".

6- Paranoico: diz-se perseguido pela imprensa.

7- Subserviência: agrediu verbalmente um entrevistador e, depois, desculpou-se ao saber que se tratava de um repórter da TV Globo.

8- Antissindicalista: considera "pelegos"os sindicatos e as centrais sindicais.

9- Obsessão ao poder: diz que se preparou a vida toda para isso. (Acrescento eu. É como se Mano Menezes tivesse começado a carreira de treinador com a obsessão de chegar a Técnico da Seleção.)

10- Presunção autocrática: assegura que é o candidato mais preparado e se apresenta como sendo, ele próprio, o programa de governo.

As palavras-chave estão em negrito para facilitar a leitura dos apedeutas.


Fonte: Ficha Corrida

2 comentários:

Remindo disse...

Esta biografia era desautorizada até agora, saiu no Dialógico está autorizada.

Dialógico disse...

Saiu, primeiro, no blog Ficha Corrida, fonte citada acima.