30 de outubro de 2006

Algumas considerações

Após o termino da contagem dos votos no RS, fui buscar informações sobre o desempenho do Olívio Dutra no Estado. Aprendi, que são 25 as regiões eleitorais, das quais ele venceu em apenas sete a saber:

Celeiro:
OLÍVIO PT 43.796 50,34% 0 0,00
YEDA PSDB 43.207 49,66% 589 1,34

Centro-Serra:
OLÍVIO PT 21.594 51,13% 0 0,00
YEDA PSDB 20.642 48,87% 952 4,41

Grande Porto Alegre:
OLÍVIO PT 807.910 50,73% 0 0,00
YEDA PSDB 784.506 49,27% 23.404 2,90

Missões:
OLÍVIO PT 82.527 53,61% 0 0,00
YEDA PSDB 71.405 46,39% 11.122 13,48

Produção:
OLÍVIO PT 140.187 50,46% 0 0,00
YEDA PSDB 137.654 49,54% 2.533 1,81

Sudoeste:
OLÍVIO PT 66.826 52,85% 0 0,00
YEDA PSDB 59.613 47,15% 7.213 10,79

Vale do Rio dos Sinos:
OLÍVIO PT 260.867 50,21% 0 0,00
YEDA PSDB 258.642 49,79% 2.225 0,85


Dados fornecidos pela Justiça eleitoral em 29/10/06 - Tabela: candidato/nº de votos/% votos/diferença/% diferença

Esta situação precisa ser levada em consideração daqui há quatro anos. Nas demais regiões, a diferença de votos pró-Yeda foi pequena, mas ela venceu por ter conseguido emplacar votos nas restantes 19. Está na hora de mobilizar os núcleos regionais daqui para frente.

Em Porto Alegre, segundo o Correio do Povo p.8, o Olívio venceu com 50,26% dos votos, mas Yeda teve 49,74%. O sinal de alerta já está dado: não pense o PT que será fácil vencer a eleição para a Prefeitura de Porto Alegre em 2008. Também é necessário pensar na estratégia de campanha desde já.

A turma da RBS, que adora divulgar pesquisa eleitoral manipulada, comportou-se às vésperas do segundo turno. Não quis sofrer outra campanha de desgaste e perder mais assinaturas. Divulgou pesquisa IBOPE verossímel.

Olívio Dutra e Jussara Cony, um enorme abraço. Graças a vocês, o Partido dos Trabalhadores ganhou fôlego no estado, mas está na hora de mobilização estratégica no campo da comunicação. Já é o terceiro pleito que o povo gaúcho vota em candidatos embalados pelo marketing das frases de efeito e sem conteúdo, associado ao anti-petismo. Precisamos encontrar o antídoto para atacar este veneno.


Foto de Rossana Lana - Lula Presidente



4 comentários:

Anônimo disse...

O antídoto é informação, análise, comunicação, acho eu. Visto o que fizemos no segundo turno aqui. Tivéssemos mais alguns dias... Agora temos mais 2 anos para a municipal. Façamos bom uso deles.

Claudia Cardoso disse...

Comunicação voltada à população, não à esfera da militância. Esta termina por se beneficiar em função da outra. Há 4 anos se tenta estabelecer este diálogo com alguns políticos do partido, mas é difícil. Abraço!

marconi leal disse...

É isso aí, Claudia. A luta continua, sempre. Abração.

Claudia Cardoso disse...

É, e para ganhar na Prefeitura, precisamos pensar na eleição desde agora!