29 de março de 2007

Semana de Porto Alegre - parte 4





O post de hoje vem do Blog do Kayser, do dia 2 de novembro, dia de Finados. A metáfora dos "buracos" da cidade é bem apropriada, ainda que acredite que ele não tenha postado com esta intenção.
Nos Buracos da Cidade
Embora nascido em Porto Alegre, em 22 de outubro de 1970, imagino que lá pelo dia 24 ou 25 saí do Hospital Moinhos de Vento para a cidade vizinha de Canoas, onde vivi até 2002. Assim, como canoense, minha visão de Porto Alegre era a de quem chegava ao centro da capital de ônibus e, a partir dos anos 80, de Trensurb. E não era uma visão agradável. Porto Alegre, para mim, era aquela bagunça do entorno do Mercado Público: sujeira, água de peixarias escorrendo pelas calçadas, ônibus e pedestres se entreverando na praça XV. Um caos, enfim.
Em 1988, iniciei meu curso de graduação na Faculdade de Agronomia, na UFRGS. Isso, evidentemente, ampliou minha visão de Porto Alegre. Para pior. Porto Alegre tornou-se ainda mais desagradável. Para ir até a Agronomia, ônibus velhos me levavam por uma Avenida Bento Gonçalves com um estranho “canteiro central” de chão batido, com direito a uma baldeação em um terminal ainda mais estranho. Alternativamente, poderia pegar um ônibus arredondado da Carris, provavelmente da década de 1960, que me levava por uma picada que ligava a Protásio com a Ipiranga. Os nativos chamavam aquela picada levemente asfaltada de Avenida Antônio de Carvalho. Vindo pela Ipiranga, a viagem era mais rápida e ainda havia a bela visão da Vila Planetário. E a passagem escolar vinha impressa em um papel picotado, que tinha propaganda do Secretário de Transportes no verso.
Tudo isso mudou, inclusive a nojeira do Mercado Público e de seu entorno. E mudou a partir da eleição de Olívio Dutra, em 1989.
Ao longo das quatro administrações da Frente Popular, a Antônio de Carvalho passou a ser realmente uma avenida, a Bento foi reestruturada, a Vila Planetário foi urbanizada, o Mercado foi reformado, o Largo Glênio Peres substituiu aquele amontoado de ônibus. E os ônibus foram substituídos por modelos novos, até com ar condicionado! Sem falar na Terceira Perimetral, nos Telecentros, naquele condomínio da Princesa Isabel, na Vila Mário Quintana, na Vila Tesourinha... e, certamente, mais coisas que não vi, como canoense.
Porém, como portoalegrense desde 2002, eu vi o marasmo, a estagnação e o descaso da nova administração para com a Cidade. Essa, para mim, é a maior marca dessa administração: o descaso! E os seus sintomas mais nítidos são a sujeira das ruas e os buracos no asfalto. Se Porto Alegre queria, clamava por mudanças (como diziam os marqueteiros do Fogaça), elas vieram. Pelo menos no caso do asfalto, que se mudou de Porto Alegre deixando os buracos no seu lugar!
As charges abaixo foram publicadas em 2005 e, a do “mapeamento”, no inicio de 2006.

3 comentários:

DANIEL PEARL disse...

O blog Desabafo País (Brasil)- http://desabafopais.blogspot.com - vem sistematicamente fazendo campanha contra a mídia golpista: "CPI DA MÍDIA, JÁ!, trazendo matérias excelentes que vem despertando o interesse não só de brasileiros, mas de estrangeiros. Gostaria de convidar vc para conhecer nossas matérias de hoje: 1)Lula defende rede de TVs públicas e empossa Franklin Martins; 2)Fórum de TVs Públicas x Ministro-Radiodifusor; 3)FIDEL REAPARECE; 4) O Vaticano está alienado; 5)Cadê "A crise da Varig" para desmoralizar o Governo? 6)"Caso aéreo" é balela!; 7)Esqueceu do passado Lula?; 8)A "Agência Carta Maior" não pode acabar. E muito mais. Jornalismo independente, quem tem coragem de encarar a Rede Globo. Acesse e divulgue. Estamos em primeiro lugar em diversas pesquisas de blogs. Um abraço, Daniel Pearl.

DANIEL PEARL disse...

Cláudia, obrigado também por sua visita. Hoje falo sobre o jornalista Ricardo Noblat que numa situação desagradável do rabino Sobel, quando furtou algumas gravatas em um aloja nos Estados Unidos, utilizou uma foto onde aparecia no ano passado Lula sorrindo ao lado do referido rabino. A tentativa de Noblat era denegrir a imagem do presidente ao lado de uma pessoas que estava nacionalmente acusada de "furto" (na gíria o povo já chama de ladrão). Noblat maldosamente colocou a foto para dizer que Lula só se acompanha de ladrões. Isso é jornalismo? Que vergonha essa tal liberdade de imprensa. Um abraço, Daniel Pearl.

Anônimo disse...

:::ATENÇÃO:::

BLOGUEIROS JÁ ESTA NO FORNO O PRIMEIRO MANIFESTO BLOGUEIRO, PARTICIPE DIVULGUE.

http://mobilizacaoblogueira.blogspot.com