10 de junho de 2007

Ameaça de morte

O jornalista Júlio Prates encaminha mensagem, na qual relata ameaça de morte sofrida no dia 7 de junho por parte de Sergio Oliveira, Secretário de Indústria e Comércio do Município de São Francisco de Assis. Segue a sua mensagem:
'Comunico que hoje dei ciência as autoridades estaduais e federais do pais que fui ameaçado de morte pelo Sec. Indústria e Comércio de São Francisco de Assis. Também cientifiquei a REDE DE DEFESA DA LIBERDADE DE IMPRENSA DA UNESCO e demais órgãos afins, afinal o conflito envolvendo os ditos processo de florestamentos e aquisiçoes de terras, na fronteira-oeste do Rio Grande do Sul, pelo grupo sueco-finlandês STORA ENSO estão tomando um rumo preocupante. Depois de ter escrito uma crítica a linha dos painelistas de um seminário, em São Francisco de Assis, onde todos os painelistas têm um único pensamento, fui ameaçado de morte pelo Senhor Secretário de Indústria e Comércio do Município Sérgio Oliveira. Registrei a ocorrência policial na DP de Santiago, sob n° 2731/2007. Afora o cerceamento da liberdade de imprensa e de expressão, tais movimentos não estão mais tolerando divergências de pensamento, chegando a ponto a que chegaram. Meu blog é www.julioprates.blogspot.com.
Peço providências, pois tal ameaça envolve os interesses de uma empresa transnacional e não é uma simples ameaça de morte a um jornalista. Peço que todos se manifestem.'
JULIO PRATES
Reg. Jornalista 11.175 MTb-RS

Para saber mais:
SEMINÁRIO DE MANIPULAÇÃO EM SÃO FRANCISCO DE ASSIS
Advogado Nelson Goelzer Filho lidera mobilização em defesa da liberdade de imprensa e de expressão
Ameaças ao Blog são denunciadas
ÍNTEGRA DA CARTA QUE ENVIEI AO MINISTRO TARSO GENRO
Moções de solidariedade (...)
Vereadora Giovanna Vargas, de Alegrete (...)

2 comentários:

Hélio Sassen Paz disse...

Cláudia,

Talvez esse seja o indício de um dos piores atentados da direita contra a liberdade de expressão e contra o direito à vida desde a ditadura em todo o RS.

Infelizmente, a tendência é de que a situação só piore...

Mudando de saco pra mala, vi o teu comentário sobre o post do Google do Agente 65.

Será que o Google é tão bonzinho assim?! Confere o paper que a minha orientadora vai apresentar no congresso sexta-feira:

http://www.compos.org.br/data/biblioteca_177.pdf

[]'s,
Hélio

Claudia Cardoso disse...

Oi, Hélio! Bonzinho eu sei que não são, já que os caras estão se imiscuindo em seareas que não dizem respeito apenas a Internet. Por exemplo, por que vieram ao Brasil ano passado? O que eles querem com biocombustível (ou agrocombustível)? Mas uma coisa é certa: encontro todas as informações desejadas no Google. E quando não, ou porque a fonte é antiga demais, ou porque não soube me fazer valer das palavra-chaves. Outra coisa, não vejo como existir tanto controle assim como os estadunidenses alardeiam. Se assim fosse, não estariam levando uma surra no Iraque e no Afeganistão. De qualquer sorte, valeu o toque. Usemos os instrumentos, mas estejamos atentos sempre. Abraço!