30 de setembro de 2007

Concessões de rádio e tv: quem manda, é você!

Ato dia 5 de outubro, a partir das 17 h, em frente ao Grupo RBS: Ipiranga com Érico Verissimo.

2 comentários:

Jens disse...

PQP! Legal! Vou lá.
Falando de imprensa, sei que não ver com o assunto aqui, mas estou indignado com Correio do Povo. Na semana passada, o jornal fez tímidas referências ao escândalo da CPI dos Pedágios, quando foram divulgadas as fitas comprovando o conluio entre o conselheiro Guilherme Villela, ex-serviçal da ditadura militar, e o deputado Berfran Rosado. Na edição de hoje, o jornal dedica 70% da sua página de política (com direito a resumo na capa) para veicular ilações do deputado Berfran acerca de visitas que a diretora Denise Zaions fez a deputados da oposição que integram a CPI. O colunista e editor de política Armando Burd, mudo até então, abriu o bico para desqualificar a diretora e todo o trabalho da CPI. A quem isto interessa? Às concessionárias dos pedágios, evidentemente. A grande imprensa gaúcha está podre. Um abraço.

Claudia Cardoso disse...

Jens, o Correio do Povo piorou com a entrada da Record. Vide a contrataçãio do Merdelski. Em contrapartida, a Record fez um programa em nível nacional hj, metendo a ripa na Globo e no monopólio. A questão é: até que ponto quebrar esse monopólio resolverá, pq, no meu entendimento, o pensamento único é obra do oligopólio, e aí tanto faz estar na mão dos Marinhos ou do Macedo. Isso é briga de mercado, o q não resolve a vida da gente, a qualidade da tv não muda. Essa regra da concorrência não se aplica à qualidade da informação.