23 de setembro de 2007

GRUPO DE PALHAÇOS ZOMBA DA FESTA DA ARACRUZ

No dia 21 de setembro, a título de comemoração do Dia da Árvore, a Aracruz promoveu um show no bairro Tristeza com a participação de alguns músicos, entre eles, Kleiton e Kledir. Como também foi o Dia Internacional contra as Monoculturas de Árvores, uma trupe de palhaços fez uma manifestação no local, com críticas à empresa.
Agora, prestem atenção nas imagens. Porto Alegre inaugura um novo jeito de atividade popular: apropriação de espaço público por empresas qual-o-problema-é-gratuito privadas, com "direito" a seguranças particulares vestidos a caráter!!! Quanto à Brigada Militar, até onde sei, é sua obrigação proteger o espaço público, mas sai da sua seara, quanto impede a entrada em lugar público a qualquer pessoa.
Aquela expo dos 50 anos da nefasta também é assim: segurança privada na porta de entrada. Há quem jure que, para ingressar na Usina, é preciso passar por porta detectora de metal. Preciso desta confirmação, deixe-a nos "comentários".
É... como diz o velho dito popular, quem tem ** tem medo... E as empresas de segurança privadas agradecem!!!
Leia mais sobre a manifestação AQUI.

Faixas:

Fábricas de Celulose: poluem a água e o ar; expulsam povos nativos; destroem a natureza.
Empresas mandam $ pra fora. A seca fica aqui.
Seguranças do evento tentam impedir a manifestação e panfletagem dos materiais.

Brigada militar é chamada.

Manifestantes são impedidos de entrar no evento da Aracruz.

4 comentários:

Jens disse...

E o prefeito - onde anda você? - Fogaça o que tem a dizer?

LiCURgo disse...

genial o logotipo da 'imprensa' que não gasta papel'. posso reproduzir no celeuma?

Claudia Cardoso disse...

podes e deves! mas posso te enviar uma arte melhor, escreve pro dialógico.blog@gmail.com

o moço da bodega™ disse...

Tinta neles, companheiros!
Abs