26 de novembro de 2007

Tarefa ingrata 2

Se existe uma coisa que unifica a esquerda em geral e, em particular, as tendências dentro do PT, é a total ausência de uma política de comunicação que a torna refém da mídia corporativa. A prova está na visita que Valter Pomar fez à redação de ZMentira. Tido como um dos representantes mais à esquerda entre os que disputam a presidência do PT, Pomar parece não saber, ou não foi devidamente orientado, sobre os últimos acontecimentos que envolveram a mídia gaúcha e integrantes do seu partido, caluniados por ela.
Repetiremos, pela enésima vez, o alerta que Bernard Cassen fez no Encontro Internacional pela Paz e Contra a Guerra, realizado na PUC RS, em fevereiro de 2004: a crítica ao sistema midiático teve um atraso em relação a crítica à globalização neoliberal, porque uma parcela importante da esquerda e dos movimentos altermundistas evitam fazer essas críticas, por acreditarem que irão precisar da mídia [ou, pior, que podem usá-la a seu favor].
E como dissemos na postagem anterior, é uma tarefa ingrata falar em mídia, esquerda e democratização da comunicação.
*Foto: Jefferson Bottega, Redação de ZH.

6 comentários:

o moço da bodega™ disse...

Hoje o socialismo é moda e até alguns integrantes do PSDB se diz sê-lo.
Ontem, tivemos o ultimo debate dos 20 que antecedem o PED 2007. Muito blá blá blá e pouca ação, essa é a verdade.

Jens disse...

Eugênio: é a velha e confortável ilusão de "combater o sistema por dentro". Santa ingenuidade!
Um abraço.

Miguel Grazziotin disse...

Nao tenho uma posiçao fechada neste assunto....
Acho que existem pessoas no nosso campo que tem maior preparo para opinar..Mas daqui de minha insignificancia, acho que este movimento de participar da midia burguesa só respalda a propria quando nos ataca diariamente..Por obvio, se participamos, concordamos e entao a presença de nossos representantes em eventos ou na propria midia direitista, no caso a RBS, legitima o discurso que ela nos inflige e acho que é um dos motivos das nossas derrotas eleitorais antigas e, infelizmente, futuras...

A CARAPUÇA disse...

Caros
O dia em que perdermos o ideal, não restará outra alternativa que comprar , cada um de nós,uma bazuca, e ir literalmente pra luta.
O que eles estão fazendo na sala do Barrionuevo de saias, é fornecendo um atestado de idoneidade deste lamentável jornal, como se fosse possível! É um festival de hipocrisia, pois sabemos a opinião de alguns sobre Dona Rosane de Oliveira, Lasier Martins, jornal .
Agora, se foram cobrar sobre a falta de ética do jornal, aí o assunto é outro e isso ainda não foi esclarecido!

Claudia Cardoso disse...

Entendo que é impossível deixar de conceder entrevista à mídia hegemônica. Porém defendo a idéia de que seja em outras bases. Visitar redação para entrevista gravada de jeito algum deve-se ir, mas recebê-los em seus espaços. Quando for ao vivo, criar algum constrangimento, pois "material" é que não falta. É isso que eu chamo de atitude, de postura. Não dá mais para "amaciar" com esta gente.

Láldert Castello Branco disse...

Prezado Dialógicos...

Postei um texto a respeito de um memorando secreto da embaixada dos EUA em Caracas para o General Michael Hayden, Diretor Agência Central de Inteligência (CIA), no qual se detalha planos de sabotagem do referendo venezuelano e ações da CIA para desestabilizar o governo.

O Plano, conhecido, como "Operação Tenaza", foi apresentado nesta segunda-feira (26/11) na TV da Venezuela.

Creio que vocês se interessam pelo assunto. Se puderem escrever a respeito, denunciando mais essa intervenção na América latina, seria bom. O link para o memorando secreto (em espanhol) e o programa de TV estão em http://naperiferiadoimperio.blogspot.com.

Um abraço blogueiro