15 de julho de 2008

Simch

2 comentários:

Anônimo disse...

A petralhada já se assanhava contra o guru do patrimonialismo - o malvado banqueiro Dantas -, antegozando a ocasião de ressuscitar a velha "luta de classes" preconizada pelo seu gibi da infância. O lulopetismo, com seus seguidores na imprensa e fora dela, tentava agora enxovalhar a Corte Suprema, incentivando movimentos contra seu presidente (ah, nomeado por FHC!). Pouco importava a instituição vilipendiada: era preciso derrubar o inimigo Gilmar Mendes (alguém que estudou, num tribunal que parece pouco chegado aos livros).

Não bastasse tudo isso, o chapa-branca PH Amorim, lambedor de botas, chegou a perguntar, revelando o Zeitgeist lulista, onde estavam os ministros do STF nomeados por Lula (que, se não me engano, são maioria na casa), como se tudo fosse coisa de compadre. Lula nomeou os "jogadores" e eles não responderam?

Há um recuo porque tudo o que é ruím vai parar na porta do Palácio do Planalto, sede de um Executivo imperial, envolvendo mais uma vez o secretário caipira que assessora o Imperador viajante, que tem amizade com um ex-político deputado (Greenhalgh) que assessora Dantas.

Orlando

Dialógico disse...

Aconselhamos a leitura dos posts:

Relacoes perigosas de Greenhalgh
http://dialogico.blogspot.com/2008/07/as-discutveis-relao-profissional-de.html


Editorial do Mino Carta
http://dialogico.blogspot.com/2008/07/mino-carta-e-o-editorial-de-carta.html

E, principalmente, o Brasil Privatizado:
http://dialogico.blogspot.com/2008/07/o-brasil-privatizado.html

Antes de vir aqui e deixar um comentario imbecil como este.