3 de agosto de 2008

Sobre o MST

Guga Turck em comentário no próprio blog:
"Se existe algo que o MST tem se distanciado sistematicamente é da política(gem) partidária. Os caras deram muito suporte para a eleição do Lula, apostaram muito no PT, mas o governo vem sucateando o Incra a cada nova gestão do Ministério do Desenvolvimento Agrário, os personagens que surgiram das mobilizações do movimento e que capitalizaram em votos nas eleições aparecem só nas horas de crise e não se movimentam para buscar a solução real dos problemas. Isso gerou descrença e, antes de mais nada, desconfiança. Inclusive, há um debate recorrente no MST de que o caminho para mudar passa longe dos processos eleitorais. Há a consciência de que o projeto democrático em vigência no Brasil é corporativo e beneficiador do capital - ou seja, a marginalização a que o MST é acometido passa a ser naturalizada pela própria sociedade, a base fudamental do próprio movimento. É complicado isso tudo. Há muitos interesses envolvidos, mas não fosse a força de mobilização e a busca pelo bem comum, não fosse a conscientização de classe das bases, o processo educacional e de inclusão que o movimento constitui, seria o MST forte como é hoje? Estaria ele incomodando tanto as elites já por mais de 20 anos? Claro que não. O povo não é burro, André - apesar de alguns personagens por aí o tomarem por ser. E lideranças como o Stédile, são, sim, presenças fundamentais exatamente ali, onde ele está, nessa bancada da rede Bandeirantes, destroçando o pensamento hegemônico de uma maneira simples e singela: respondo às questões diretamente. É preciso ser um ser político, sim, mas não partidário..."
________________________
Assistam AQUI à entrevista do João Stédile na Band, uma das empresas do PIG, que comete a ousadia de produzir programas ao vivo. Dependendo do entrevistado, a empresa permite, ao tele-espectador que usa os dois lados do cérebro para raciocinar, que se conheça a falta de preparo, ou a ideologia de direita dos seus entrevistadores.
Imagem pescada do Subverta!

6 comentários:

Anônimo disse...

O estreito relacionamento, íntimo, que o governo Lula-petista tem com as FARC é coisa pra lá de sabida. Afinal, o PT, com Lula à frente, um dos fundadores da organização sócio-comunista, denominada Foro de São Paulo, em 1989, foi quem apadrinhou as FARC quando ela foi integrada ao já não seleto clube dos comunistas do eixo latino-americano.





SEM SURPRESA





Portanto, por mais repugnante e preocupante que seja o envolvimento de vários próceres do PT com uma organização terrorista, de guerrilha e narcotraficante, tudo aquilo que está estampado na revista colombiana Cambio(http://www.cambio.com.co/ ), não pode representar uma grande surpresa para os brasileiros.





O PERIGOSO





O que mais me impressiona é que o PT nunca foi combatido por se aliar de forma tão intima com as FARC e outros sócios-membros do FSP. Enquanto isso, eu e o Ponto Crítico já recebemos inúmeras reprimendas por expor a complicada associação. Muita gente, inclusive, classificou de mentirosos os meus artigos, dando a impressão de que o perigoso era eu e não o PT. É duro.





PROVAS





Pois, agora, aí estão algumas provas do envolvimento PT-FARC. Com nomes e propostas. E nenhum dos envolvidos é figura desconhecida no ambiente político brasileiro. Todos os mencionados são amigos próximos, de copa e cozinha, do presidente Lula, um dos inegáveis fundadores do Foro de São Paulo.





QUESTÃO DE TEMPO





Volto a afirmar, sem a mínima possibilidade de erro, que estamos trilhando o pior dos caminhos políticos deste mundo. E também o mais perigoso. Vide o que já acontece na Venezuela, Bolívia, Equador e Nicarágua, por exemplo. Nesses países as metas propostas e aprovadas nas reuniões do Foro de São Paulo já estão bem adiantadas. E nos demais, é uma questão de tempo.





CADERNOS DO CÁRCERE





A obra - Os Cadernos do Cárcere -, de Antônio Gramsci, é o evangelho do FSP. É dali que saem as idéias e as formas de implementação dos processos para chegar ao totalitarismo latino. Sem pressa, mas com foco. Alguns países já estão bem mais adiantados. Outros ainda podem levar mais tempo.





REVISTA DEMONIZADA





A revista Cambio, com certeza, vai ser demonizada pelos membros do FSP. Não por ter escrito uma verdade com as provas indiscutíveis. Mas, porque pode retardar o processo no Brasil. Tudo depende agora só da nossa vontade. Da vontade dos mais esclarecidos.

Dialógico disse...

Hm...
Só faltyaste escrever que comunistas comem criancinhas!

Por que os midiotas, ideologicamente de ultra-direita, têm o péssimo hábito de escrever suas estultices sem assinar?

Vai acreditando em mentira, vai! E vai acreditando que o "mundo dos gramscinianos" é mais perigoso que o mundo dos que seguem a cartilha do Departamento de Estado dos EEUU, gente como tu!!!

Quem jogou bomba atômica, napalm, armas com material radioativo nos Bálcãs e promove genocídio no Afeganistão, Iraque e África são os EEUU! Justamente, porque não segue a cartilha de Gramsci.

Faça-nos o favor de não macular nosso blog com essa mentira da FARC! Muito menos ofenda a nossa inteligência ao desqualificar o Gramsci.

Aqui no blog, o papo é de alto nível, ok? Não é para covardes que se escondem no anonimato, a fim de espalhar lixo ideológica da extrema-direita!

Dialógico disse...

E sobre narcotráfico, vá se informar como o Depto. do Estado dos EEUU financiou os contra-revolucionários na Nicarágua, com a conivência do DEA, durante o Governo Reagan.

Esse seu falso moralismo é repugnante. Até porque quem pode pagar pelas drogas que circulam no mundo, como um dos negócios mais lucrativos depois da indústria armamentista, é gente como você e da sua classe.

E nós sabemos muito bem quem está por trás por desse tipo de revista, conhecemos esse papinho salafrário de longa data. Como sabemos muito bem a quem serve essa disseminação dessas mentiras e mistificações.

Dialógico disse...

Mais: o FSP é um problema, mas o Consenso de Washignton não é, seu entreguista salafrário e covarde?

Cuidado, como vc existem muitos e os seus patrões nem se preocupam em distinguir os lacaios fiéis.

Saddam Houssein que o diga! Deixou-se instrumentalizar para fazer uma guerra contra o Irã e recebeu, como paga dos seus patrões, uma corda enrolada no pescoço.

Lacaio é lacaio!

Anônimo disse...

Presidente Lula disse recentemente:
“Em cinco anos e meio nós desapropriamos 35 milhões de hectares de terras, e o governo passado em oito anos desapropriou 18 milhões de hectares. Chega um momento, quando você assenta 501 mil famílias, que o problema não é mais assentar. Nós tomamos na semana passada a decisão de fazer os assentamentos produzirem mais alimentos. Chegou a hora de dobrar ou triplicar a produtividade das pessoas que estão no campo. Não podemos permitir que fiquem apenas naquela agricultura de subsistência. Precisamos dar condições para produzirem e ganharem dinheiro. As pessoas têm que saber que ganhar dinheiro é bom.”

Anônimo disse...

Tarso Genro, o ministro da Justiça que quer rever a Lei da Anistia para punir apenas aqueles que ele considera seus adversários? Pois bem. Ele é também o chefe da Polícia Federal e comandou pessoalmente a operação para expulsar os arrozeiros da reserva Raposa Serra do Sol, como todos sabem. Sim, são aqueles fazendeiros que ocupam apenas 0,7% da área, onde produzem, anualmente, 152 mil toneladas de arroz, consideradas vitais para o abastecimento da Região Norte do país, segundo o próprio Ministério da Agricultura.
Paulista