9 de setembro de 2008

Kayser

Um comentário:

heliopaz disse...

O pragmatismo dela e/ou do PC do B e/ou do PPS é facilmente comprovado diante da constatação que a Nova Corja fez ao lembrar que o vice da "Aín, Beleuza?" fez a esmagadora maioria de seus 23.000 votos como deputado estadual reeleito aqui em POA.

Odone, Berfran, Britto, Proença, Busatto e Bernd sabiam muito bem o que estavam fazendo quando aceitaram "humildemente" serem "apenas" vices do PC do B. Primeiro, o partido "comunista" e o partido "popular socialista" juntos representam, no nome, uma "ideologia semelhante". Para os muares humanos, soa como "coerência".

Ao mesmo tempo, os caciques "queimados" por Britto e Yeda mantêm-se como eminências pardas, supostamente "à margem" do processo.

Como Berfran (isso é nome de pesticida que não age em eucalipto) é um dos mais jovens e menos salientes do PPS, mesmo grisalho e mais velho, não deixa de ser aquela velha enganação do "novo" outra vez.

[]'s,
Hélio