21 de fevereiro de 2009

A RBS e a sua balança viciada

Quando insistimos, aqui no blog, que a mídia corporativa é canalha, não cometemos nenhum exagero e nenhuma injustiça.

"Tarso conspira contra Yeda": Essa frase é o título da entrevista que líder do PSDB na Câmara, deputado José Aníbal - SP, deu a Zero Hora de ontem sobre os últimos acontecimentos no desgoverno Yeda.

Por que ZH escolheu essa frase do deputado como título de matéria e não qualquer outra? Ela é uma acusação direta ao Ministro da Justiça. Como essa outra: "o ministro Tarso Genro (Justiça) é um personagem sinistro nessa história". Por que, em nenhum momento, a entrevistadora pergunta se ele pode sustentar tais acusações?

Onde estão as provas, já que a RBS e seus celetistas, agora, urram na beira do penhasco clamando por elas, em relação às denúncias do PSOL contra Yeda?

Por que esse título não veio acompanhada do complemento "sem apresentar provas", como fez hoje ZH: "Sem provas, PSOL acusa governo Yeda."?

Como Aníbal sustenta sua ilação primária de que "Tarso é o chefe da Polícia Federal. E é pai da Luciana Genro, que é do PSOL" ?

Por que ZH considera a acusação sem provas do deputado como "a mais enfática defesa da governadora Yeda Crusius." ?

Por que ZH não considera igualmente “barbárie política” as acusações do deputado?

Impressionante: dois pesos e duas medidas em cada frase!!!

5 comentários:

Jens disse...

Estão apostando que a PF e o MP vão sentar em cimas da provas. Será? A roleta está girando. Eu não colocaria as minhas fichas no número da cretina-mor. (Tá, sei, tô otimista). É carnaval!

Alcir Martins disse...

" Sem provas, José Aníbal acusa Tarso"

néééé;.... nem soa bem lá pro lado da errebeésse

Alcir Martins disse...

Buenas!
então, abraços aos conterrâne@s fronteirç@s !!!!!

Dialógico disse...

Acho que o carnaval deu uma tregua no escandalo, mas concordo que tem coisa feia por aih que, mais cedo ou mais tarde, virah a tona. Aguardemos esperancosos, que eh bem melhor!!! :-)

Gilmar Antonio Crestani disse...

Exagero, quando o capanga do PSDB foi contratado pela RBS para assassinar a reputação de Tarso Genro, se referindo ao Ministro da Justiça como sendo uma "personagem sinistra", coerente com sua filosofia meideval, Anibal ressuscitava o folclore em torno da origem de seu nome. Aníbal, o general cartagines que derrotou Roma, usou a expressão sinistra como sinônimo de esquerda. Sabemos que a origem do termo sinistro está no latim e identifica a esquerda, e que na Idade Média, os canhotos eram obra do demônio. Mais ou menos como hoje, para a RB$ e o antiquado deputado tucano, a esquerda deve ser perseguida e, se possível, queimada em praça pública. Política seguinda à risca pela pupila da RB$, Yeda Rorato Cru$iu$, que sempre condenam os movimentos sociais "sem provas" mas absolvem todos os corruptos, mesmo quando há provas. A RBS, neste como em outros casos, atua como atuam os pistoleiros dos cafundós, é o braço através do qual o mandantes executam seus opositores.