11 de março de 2009

Chinelagem - Parte M

Quando o PSOL, dias antes da denúncia das gravações, iniciou sua campanha FORA YEDA,

a turma da chinelagem entrou em ação e veio com essa história do FICA YEDA:

Mas como chinelo tem sempre outra chinelagem a engendrar, agora, o alvo é o CPERS:

Borges de Medeiros, esquina Riachuelo.

Isto lá é oposição que se apresente? Quando não se debate ideologicamente, parte-se para a desqualificação total!

Em primeiro lugar, é preciso saber se a arrecadação é essa mesmo e, em sendo, qual o problema? São milhares de pessoas sindicalizadas, no estado, a contribuir para o sindicato, que tem um prédio para administrar, pagar água, luz, telefone. Empregados assalariados. Obrigações fiscais. Publicações; etc.

Graças ao CPERS-Sindicato, ainda há alguma decência em matéria de Educação nesse Estado. Escolas com alguns equipamentos; professores e professoras concursados/as, ao invés dos eternos contratos emergenciais; merenda palatável; alguma dignididade dos funcionários e funcionárias que não compõem o corpo discente.

Lutar contra cavalgaduras do PMDB e do PSDB não é tarefa fácil. Requer horas de discussões e análises do contexto. O dia que mães e pais compreenderem que o apoio às educadoras e aos educadores grevistas é muito mais importante do que enviar seus filhos e filhas à escola, as greves serão mais curtas, porque muito mais potentes!

É a comunidade escolar denunciando, em peso, o caos na educação! Não haverá chantagem emocional dos cargos executivos de plantão, muito menos chororô de jornalista-michê-chapa-branca que enfrente mães, pais, professoras, professores, funcionárias e funcionários unidos e unidas pela qualidade da educação de crianças, jovens e adultos.

------------------

Claro, isso pressupõe uma formação política que muita gente da comunidade escolar ainda não tem. Se as tivesse, certos/as candidatos/as não seriam eleitos/as [alguns/algumas até conseguem ser reeleitos/as]. Seriam rechaçados/as nas urnas!

-------------------

Tanto é assim, que, quando gente [esta sim] desqualificada assume cargo executivo, a chinelagem corre solta, sente-se grandona!!!

Estão aí as imagens que não nos desmentem.

Imagens: Dialógico e Carla Ruas/CP [Fica-Yeda]
Atualizado em 12/03/09 - 00h23min

4 comentários:

Hals disse...

Fica uma dúvida: de onde saiu o dinheiro para imprimir esse material pró-yeda??? Do diligente empresariado? Dos homens de bem? De algum modus vivendi? Seria interessante descobrir.

Dialógico disse...

É impressionante a cara-dura... :/

Eugenio Hansen, OFS disse...

Paz e bem!

1 Também quero saber
donde vem o dinheiro
desta campanha pró-Yeda.

2 Há um erro na postagem,
em Porto Alegre
*** não existe ***
esquina da Andradas com Riachuelo.

Dialógico disse...

hahahahahahahah...

É verdade, Eugenio! Já retifiquei!!!