10 de novembro de 2009

"Estou Puta!" - Flash Mob em Porto Alegre

Realize Flash Mob ESTOU PUTA em sua cidade na sexta-feira 13 - dia das bruxas - em protesto as turbas, aos bullyng, à violência contra as mulheres em defesa da liberdade de expressão textual, corporal, visceral.

Em Porto Alegre, realizaremos flash mob de SAIA dia 13 de novembro às 19h no centro da feira do livro próximo ao balcão de informações.

Solicitamos que tomem a iniciativa, repliquem em torpedos, blogs, twiter, facebook, orkut, ligações, encontros, please!

O fato da reitoria ter voltado atrás na sua decisão de expulsão da guria não pode desmobilizar... nossa luta atual é contra o "retrocesso".

Sugestão da Ana Terra [de São Paulo] para flash mob de saia: ESTOU PUTA.

SAIA de SAIA,

SAIA como quiser!!!

Por Lelex

8 comentários:

Leandro Bierhals disse...

Sou completamente solidário mas vestidinho rosa justinho me deixa goooooooooordo, noffa. Já tuitei o Flash Mob.

JoAo Aguiar disse...

Ô Leandro, não se acanhe, menino, a gente tá aqui lutando contra preconceito, rs

Anônimo disse...

Isso é um machismo extremo achar que é legal a mulher utilizar o corpo em uma instituição de ensino!

Se continuarmos assim, cada vez mais teremos as mulheres Brasileiras reconhecidas internacionalmente somente pelo corpo e pela bunda! E não pela inteligência, competência, atitudes etc...

Na verdade esse movimento de que mulher tem q usar micro saia e super utilizar a sensualidade eh horrivel!

Anônimo disse...

porque nao fizeram um movimento desses para derrubar o sarney?

Gabriel disse...

Porque ele não demitiu nenhuma secretária por usar saia curta demais.

E não se deve focar no discutível abuso da Geisy ao usar uma microssaia, mas sim nos dois estúpidos exageros que vieram depois disso:

1)Os colegas ao vaiá-la e humilhá-la sem a menor necessidade.

2)O estúpido exagero da instituição ao expulsá-la.

Dialógico disse...

Há duas situações:

1) violência por motivo fútil;

2) se a moça tivesse um discurso feminista, não cairia numa arapuca dessas. Sem culpá-la, pois ela é A VÍTIMA SIM, sobre este delicado assunto, publico artigo acima, retirado do blog Amálgama.

Anônimo disse...

O fato é que ela esta se aproveitando de toda essa situação. Vai tirar uma grana manera da faculdade em um processo, e ainda arrisca posar na playboy... uma coisa é certa ela ganhou fama. Neste momento que eu paro pra avaliar e ver como os valores estão invertidos no mundo de hoje.

Eduardo Martinez disse...

Tem gente que gosta de rodar a bolsa de inversão de valores em qualquer esquina não-democrática.

Nunca consegui engolir a palavra homem para significar humanidade.

Talvez seja melhor criar neologismos que não façam parte da quadrilha machista como "homulher" ou "mulhomem".

É estranho pra car..., eu sei. Mas "homem" também não é?

Na real, humanidade vem de humano, que pode ser animado pela alma feminina ou masculina.

Eu disse alma.

É bom lembrar que humano, feminino ou masculino, não pode ser separado de civilizado: humanidade, civilização, humanização, civilidade, sociabilidade.

Do contrário, estaríamos falando de macho e fêmea, ou seja, animais selvagens, racionais, que supostamente somos, ou irracionais, naturalmente ou por opção, que em casos como esse parecemos. Coincidência ou não, a a palavra que apareceu aqui na verificação foi "nonsess", talvez pra assinar meu comentário sobre o fato nonsense.