26 de janeiro de 2010

Marcha de abertura do FSM 10 anos

"Que Fórum é esse?*"

Apesar da administração municipal de Porto Alegre ser uma aberração, se comparada às ideias debatidas no Fórum Social Mundial; apesar do tom carnavalesco adotado por algumas centrais sindicais [no lugar de manifestações políticas]*; apesar de algumas atrações culturais abrirem espaços para músicos ligados à direita riograndense*; a marcha de abertura do Fórum Social Mundial suscitou nostalgia daqueles tempos, em que Porto Alegre foi reconhecida, internacionalmente, como uma cidade inovadora, graças às suas políticas públicas e participação popular, justamente os motivos para a sua escolha como sede do I Fórum Social Mundial, num contexto em que o neoliberalismo era a ideologia dominante no mundo.

É difícil prever o rumo que o Fórum tomará na atual conjuntura política, mas, para a nossa surpresa, a presença da direita não se fez notar na marcha, que foi tão grande ou maior que as anteriores. Salvo a participação carnavalesca da Força Sindical, aliada de ocasião das demais centrais na luta pela redução da jornada de trabalho, não se viu mais nenhuma presença que possa ser identificada como representante do poder político que "administra" a cidade e o estado.

Não se viu, por exemplo, uma bandeira do PMDB, atual partido do Prefeito. Tentamos imaginar, qual o dividendo político que Fogaça pretende tirar desse evento, além da sua proposta que, de tão demagógica, chega a ser imoral: a construção de um memorial do FSM em Porto Alegre. Isso quando se sabe, que foi um companheiro do seu atual partido, Germano Rigotto, que desativou o Memorial já existente instalado no prédio do Memorial do RS, logo após assumir o governo do estado.

Segue parte do registro do dia 25/01/2010, segunda-feira.



















*Críticas importantes de amiga sindicalista, que abandonou a marcha na metade.
Fotos: Claudia Cardoso e Felipe Cardoso Barbosa.

2 comentários:

César Bento disse...

Fui e achei aquela caminhada meio estranha. Não sei por que, mas achei estranha. O carnaval da CTb foi ainda maior que o da Força Sindical, fiquei impresionado um bloco carnavalesco.
Por fim, o dividendo do Fogaça será o de dizer que é tão democrata e voltado aos interesses da cidade que lutou para que o Forum voltasse a Porto Alegre e conseguiu. essa nós vamos ter que engolir durante a campanha.

Anônimo disse...

Na fala de abertura do FSM o prefeito mosca morta disse que "a cidade está preparada para receber o militante do FSM "JOSÉ INÁCIO LULA DA SILVA", logo em seguida foi agradecida a participação do 'vice-prefeito josé fogaça",me senti vingada.